Passo a Passo

passo-a-passo-1

1.PAIS

A encomenda do kit Criovida Bebé poderá ser realizada através de um dos seguintes meios:

• Da Linha Criovida 808 106 106, disponível de 2ª a 6ª feira das 9:00 às 21:00 e aos sábados e domingos das 9:00às 18:00.
• Do nosso formulário de adesão online, clique aqui
• Directamente num dos pontos de venda Criovida (consulte aqui os pontos de venda disponíveis)

passo-a-passo-2

2.BIOSCKIN

Após validação do pedido através de comprovativo de pagamento, o Kit Criovida é enviado aos pais para a morada indicada.
passo-a-passo-4

3.PAIS

Enviam para a Criovida o formulário de dados pessoais preenchido, o consentimento informado assinado pela mãe e pelo médico, o questionário clínico assinado pela mãe e pelo médico e uma das cópias do contrato de prestação de serviços.

passo-a-passo-5

4.PAI

No dia do parto, o Kit deve ser entregue à equipa médica para que esta proceda à recolha da amostra do sangue do cordão umbilical, do sangue periférico materno e do fragmento do cordão umbilical.

passo-a-passo-6

5.PAI

A solicitação de recolha do Kit Criovida deve ser feita logo após o nascimento do seu bebé e da recolha das amostras pela equipa médica. Para receber o seu pedido encontra-se disponível a Linha de apoio aos pais, através do número 808 106 106, de 2ª a 6ª feira das 9:00 às 21:00 e aos sábados e domingos das 9:00 às 18:00.

No interior do Kit Criovida deverão seguir, para além das amostras, o relatório de colheita devidamente preenchido e assinado pela equipa médica que assistiu ao parto.

passo-apasso-7

6.LABORATÓRIO

O Kit Criovida é entregue no laboratório durante as 48h seguintes ao nascimento do bebé, sendo a temperatura no Kit registada pelo datalogger. É então dado início ao processamento das duas amostras e posterior criopreservação.

passo-a-passo-8

7.CERTIFICADO

É emitido um certificado de armazenamento de células estaminais assinado pelo Diretor Médico e pelo Diretor do Laboratório. Este certificado indica o volume de sangue do cordão umbilical, o número de células totais, o número de células mononucleadas, o número de células estaminais hematopoiéticas viáveis e a pesquisa de bactérias e fungos. No caso do tecido do cordão umbilical, no certificado consta o peso, a pesquisa de bactérias e fungos e a verificação da proliferação celular.

O certificado indica ainda os resultados laboratoriais efetuados ao sangue materno.